Notícia


Procuradora de contas do MPC-PA participa de reunião da Enccla representando a Ampcon - 01/09/2017

Desenvolver ações que permitam apoiar a implementação do sistema de controle interno nos estados e municípios é a meta do grupo de trabalho responsável pela Ação 2/2017 da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (Enccla), que realizou na última semana, em Brasília (DF), a sua quarta reunião.

A procuradora do Ministério Público de Contas do Estado do Pará (MPC-PA), Silaine Vendramin, esteve presente no encontro representando a Associação Nacional do Ministério Público de Contas (Ampcon).

Entre os assuntos debatidos, a promoção de ações de capacitação para servidores do controle interno em estados e municípios – uma das metas da Ação 2, para a qual foi sugerida a oferta de cursos promovidos pela Controladoria Geral da União (CGU), por meio de plataforma digital.

Representante da Ampcon na Enccla, a procuradora do MPC-PA Silaine Vendramin apresentou durante a reunião a proposta de criação de um questionário de pesquisa nacional, a fim de medir a qualidade do controle interno no Brasil.

“Já temos um panorama quantitativo dos municípios brasileiros que possuem estrutura organizada de controle interno, agora precisamos de um panorama qualitativo para que os cursos e capacitações atendam às necessidades específicas dos municípios”. Informou.

A Ação 2/2017 da Enccla é decorrente da Ação 3/2016, cujo produto foi um documento com diretrizes para a implantação e o efetivo funcionamento dos sistemas estaduais e municipais de controle interno, distribuídas em 5 áreas (competência e posicionamento, recursos humanos e materiais, práticas profissionais, atividades e comunicação de resultados).

A próxima reunião anual do grupo de trabalho responsável pela Ação 2/2017 acontecerá no dia 18 de setembro.

Serviço

Ascom/MPC-PA
Rosana Magno   
Tel: (91) 3321-0146
E-mail: ascom@mpc.pa.gov.br